Converta arquivos DOCX para DOC

Como a Microsoft tem mania de fazer seus produtos incompatíveis com seus próprios produtos, muita gente acaba tendo probelmas de compatibilidade (já aconteceu muito comigo). Aqui você ira aprender de uma maneira pratica, rapida e eficiente de converter arquivos DOCX (padrão do Office Word 2007) para DOC (padrão do Office Word 97, 2003 e xp)

Quem usa o Office 2007 sabe que os arquivos gerados por essa versão recebem um x no final (.docx, .xlsx), pois usam compressão ZIP e XML, fazendo com que os arquivos fiquem menores e incompatíveis com outras versões.

Como é uma parcela mínima da população que usa a última versão o certo é salvar em modo de compatibilidade com as versões 97 – 2003, só que segundo a Lei de Murphy, quanto mais importante é o trabalho, mais perto de entregar é que você percebe que fez burrada.

Por sorte o Todo Poderoso existe para as horas de pânico e me deu algumas dicas:

* Instale o pacote compatibilidade para formatos do Office 2007 no site da Microsoft.

* Converta on-line pelo Zamzar ou pelo DocxConverter

No Zamzar é só indicar o local do arquivo, escolher o formato a ser convertido (doc, odt, pcx, pdf, png, ps, txt), inserir o e-mail e clicar em CONVERT. Você vai receber um e-mail com um link para o arquivo convertido.
E no DOCX Converter é só indicar o local do arquivo, inserir o e-mail e clicar em CONVERT IT!. Você vai receber um e-mail com um link para o arquivo convertido em modo texto, ou seja, toda a formatação vai ser perdida inclusive as imagens, mas na hora de apuros é muito util.

* Para não ter mais esse problema você pode mudar o formato em que o Office 2007 salva os documentos, para isso:
* Clicar no ícone do Office no canto superior esquerdo e ir em Opções do Word (ou teclar “W”).
* Escolher a tab “Salvar”
* Em “Salvar Documentos” > “Salvar arquivos neste formato” escolha “Documentos do Word 97-2003 (*.doc)”
* Clique em OK e não tenha mais dor de cabeça.

Fonte

Proteja-se de virus que vagam nas redes P2P (eMule, Limewire, Kazaa, etc)

Fique atento as dicas de segurança para não ser surpreendido com possíveis vírus encontrados nos compartilhadores como Limewire

A maioria dos usuários da Internet se vale de um compartilhador de arquivos para conseguir achar aquilo que procura. Com os programas deste gênero, é possível encontrar material de todos os tipos, seja ele música, vídeos, jogos, programas e documentos.

É grande o número de usuários de compartilhadores P2P que são infectados com malwares e spywares. Se você não quer ser um deles, saiba que existem alguns cuidados básicos que diminuem muito a chance de ter uma surpresa desagradável com este tipo de arquivo.

Para ter a noção como se proteger das ameaças virtuais, conhecer os principais aplicativos do mercado e escolher o seu, fique ligado nas dicas a seguir, que nós do Superdownloads preparamos para você.

Ares

Atualmente é o compartilhador de arquivos mais baixado no Superdownloads. Possui interface prática de usar e é ideal para usuários iniciantes. É bem leve e tem ótimos resultados de busca, atingindo uma bola velocidade de download dos arquivos.

Além disto, oferece uma rede de download própria, que segundos os seus desenvolvedores é mais segura que outras mais comuns, como a GNUtella. Download

LimeWire

Também é muito popular entre os usuários do Superodownloads. O programa se conecta a rede GNUtella e foi escrito em código aberto Java. Isto permite que ele rode em qualquer tipo de computador, seja ele Windows, Linux ou Mac. Muitos o consideram o mais eficiente para encontrar músicas, tanto que é compatível totalmente com a biblioteca do iTunes. Download

eMule

Já foi o mais popular, mas hoje caiu um pouco em desuso. Mesmo assim ainda está entre os mais utilizados. Ele trabalha com o sistema de filas, que recompensa os uploads realizados. Ou seja, quanto mais megabites você envia, mais a velocidade aumenta. Usá-lo no início é um sacrifício, já que os downloads serão lentos, mas com o passar do tempo, eles serão melhorados progressivamente. E ultimamente eu recomendo uma versão brasileira, Dreamule. Melhor, mais rapido e seguro. Download

Shareaza

Também é um ótimo compartilhador de arquivos. Pode ser utilizado tanto por usuários iniciantes como avançados, já que oferece dois modos de uso. O modo avançado inclui ferramentas extras que auxiliam no ajuste da conexão à rede. Download


Segurança em primeiro lugar

Não importa o programa que você escolher para compartilhar seus arquivos, é necessário ter os mesmos cuidados.

O mais importante de todos é o uso de um bom antivírus com proteção residente. Algumas boas opções são o avast! 4 Home Edition, AVG Antivírus, Avira AntiVir Personal (gratuitos), além do Norton AntiVirus e Kaspersky Anti-Virus (pagos). Estes antivírus irão estar sempre alertas quando monitorando seu sistema.

Este é um cuidado padrão que todos devem ter, independentemente de usar ou não compartilhadores de arquivos. Fique atento ao formato do item baixado. É importante nunca abrir arquivos que tenham seus formatos desconhecidos. Os malwares também aparecem camuflados em arquivos comprimidos como RAR, ZIP, ou 7Z.

Por isso mesmo que para garantir total segurança de seus downloads, o ideal também é verificar os itens baixados antes de rodá-los. Utilize seu antivírus como mostra a imagem a seguir. Geralmente você encontra esta opção clicando com o botão direito arquivo desejado.


Outro aspecto importante é ficar atento ao tamanho dos arquivos. Desconfie de vídeos e músicas de tamanho muito pequeno ou menor do que o normal. É quase certo que arquivos de mídias que possuem apenas alguns KB sejam vírus disfarçados. Músicas com 128 KB/s de bitrate têm cerca de 1 MB por minuto. Basta fazer uma conta simples para ter uma idéia aproximada de seu real tamanho.

Fonte

Empresa lança antivírus baseado na tecnologia das nuvens

Entrando na moda de aplicativos “nas nuvens”, a Panda acaba de lançar uma versão gratuita de antivírus que promete funcionar, em grande parte, na internet. A notícia é do site TG Daily.

Funcionando a partir da tecnologia de computação em nuvem Collective Intelligence, que diz receber e classificar mais de 50.000 ameaças por dia, o Panda Cloud Antivirus analisa as informações coletadas na rede com os dados recebidos dos PCs, agilizando o processo e deixando-o mais confiável, melhorando continuamente a proteção aos usuários. Com os milhões de usuários que espera ter, o Panda pode identificar um novo malware em até 6 minutos.

A vantagem do Panda, segundo o site The Inquirer está na rapidez de atualização. Enquanto outros aplicativos como Symantec e Kaspersky precisam enviar atualizações que requerem donwload e instalação, o Panda já possui as atualizações em tempo real, sem a necessidade de download e de funcionamento instantâneo.

Além disso, ocupa menos o processador da máquina, deixando-a livre para executar outras tarefas. Se os boatos de que o Windows 7 pode ter uma versão com número de softwares abertos restringidos for verdadeira, a oferta de aplicativos cloud based começa a parecer uma boa idéia. A própria Panda afirma que seu lançamento consome apenas metade do que consome um antivírus convencional, e pesa míseros 17Mb.

“Ao mover todo o processo de escaneamento e determinação de malwares para a nuvem e aplicando técnicas de interceptação não intrusivas à arquitetura do cliente, o Panda pode prover proteção avançada contra novos e desconhecidos vírus, com agentes leves que consomem pouco do PC”, informou um anúncio da companhia.

Entretanto, o blog de Downloads do site CNet noticia que ao testar a versão beta do Panda Cloud Antivirus, este se apresentou vagaroso ao realizar uma varredura geral pelo disco rígido. O CNet aconselha o desligamento da função de “log” ao utilizar o serviço. O Panda Cloud Antivirus funciona até mesmo quando o computador está inativo, escaneando arquivos de menor periculosidade.

O arquivo base pode ser baixado pelo endereço cloudantivirus.com . Vale lembrar que está em fase Beta, mas a empresa garante que não irá cobrar quando sair a versão definitiva. Atualmente, só está disponível para usuários de Windows XP e Vista, e futuramente para Windows Seven.

Fonte

5 Melhores Programas Freeware Para Recuperação de Arquivos

A melhor maneira de se recuperar dados perdidos inesperadamente é sempre estar devidamente preparado. Com uma das seguintes ferramentas na mão, você sempre estará pronto para salvar os seus dados.
Embora a melhor defesa contra perda de dados, é redundante backup em tempo real, mas entendemos que pouca gente faz por preguiça, e muitas vezes os dados acidentamentes são apagador por nós mesmo. Pode ser suas fotográfias de uma férias inesquecivel, ou um trabalho importante que durou a semana inteira, e com urgência a ferramenta de recuperação de dados sempre vem a calhar. Vamos listar aqui cinco melhores ferramentas gratis de recuperação de dados.

TestDisk (Windows/Mac/Linux)

TestDisk é uma poderosa ferramenta open-source para recuperar seus dados. O TestDisk pode ser executado não somente como recuperação de arquivos apagados acidentalmente sem recuperação (apagados também da lixeira) em sistemas de arquivos FAT, NTFS e EXT2, mas ela vem com uma série de funcionalidades adicionais. Com TestDisk você pode recuperar o seu setor de inicialização, reconstruir o seu setor de arranque FAT fixar tabelas, fixar o seu MFT, localizar o ext2/ext3 SuperBlock, copiar os arquivos excluídos a partir de partições de recuperação mídia, e encontrar partições perdidas em dezenas de formatos para ajudá-lo a localizar seus dados perdidos. É uma ferramenta de linha de comando, portanto não há guia, mas com os menus de ajuda de documentação no wiki deve você começar sem muita dificuldade. Download

Recuva (Windows)

Recuva é um amigo-do-usuário Windows. Quando você executar Recuva, pode ressuscitar arquivos  excluidos usando o modo de recuperação do aplicativo automático ou modo manual. O processo de recuperação automático é útil quando você está certo dos seus dados que procura mas não está muito certo em que diretorio ele estava ou a forma de obtê-lo de volta. O assistente permite-lhe restringir a pesquisa tipo de imagens, música, documentos, vídeo, ou todos os arquivos, e você pode definir o local da pesquisa para todo lugar no seu computador, só em mídia removível, em Meus Documentos, a Lixeira, ou um local especificado . Se você não precisar do assistente você pode ir direto para o modo manual e começar a trabalhar se você sabe onde procurar o arquivo. Recuva usa as legendas verde / amarela / vermelha para indicar como a provável recuperação de seus arquivos será, e, quando disponível, pode fornecer visualizações dos arquivos disponíveis para recuperação. Recuva também inclui uma ferramenta segura para excluir de vez os arquivos, útil se você estiver procurando um arquivo apenas para garantir que a exclusão dele seja realmente feita sem possivel recuperação futura. Download

PhotoRec (Windows/Mac/Linux)

PhotoRec é um programa companheiro para TestDisk (como um pluggin). Como TestDisk, este add é também desprovida de uma guia (ajuda), mas também é muito poderoso no arquivo recuperação. Estamos incluindo PhotoRec independentemente de TestDisk porque muitos usuários preferem PhotoRec claramente como uma alternativa mais segura quando profunda recuperação disco não é necessário. Esta ferramenta de recuperação  não permite brincar com suas partições ou ajudá-lo a reconstruir o seu registro mestre de inicialização. Ela será, no entanto, esconde os discos ignora partições e sistemas de arquivos para procurar somente o que você deseja. PhotoRec incide sobre os determinados tipos de arquivo e apesar do seu nome, não é usado apenas para fotos. Globalmente, PhotoRec é uma ferramenta poderosa para copiar com rapidez e segurança arquivos apagado para outro disco. Download

Restoration (Windows)

Restauration é uma pequena ferramenta portatil para recuperação de arquivos. Você pode usá-lo em todas as versões do Windows. Nele faltam algumas das funcionalidades avançadas como de outros programas, não tem a capacidade de classificar os resultados por parâmetros, como tamanho e nome do arquivo. Apesar do seu tamanho minúsculo, é realizada apenas quando incumbido de restaurar arquivos de nosso discos. Seu tamanho é apenas de 406 pode ser armazenado em qualquer pendrive. Download

Undelete Plus (Windows)

Undelete Plus é utilizado para software comercial, mas já passou um tempo em que ele tinha licensa freeware. Este arquivo recuperação app funciona em todas as versões do Windows e sistemas de arquivos FAT e NTFS . Como Recuva, Undelete Plus atribui uma probabilidade de recuperação arquivos que encontra arquivos baseando como o arquivo está danificado (legendas verde, amarelo e vermelha). Você pode classificar arquivos por tipo, definindo filtros baseados em tempo e tamanho para evitar lidar com todos os arquivos apagados no seu disco, e manter a estrutura do diretório intacto quando você executar, da lista, é um dos melhores. Download

Agora se você está apurado precisando recuperar algo importante, espero que esteja ajudado. Pois eu mesmo já precisei muito deles.  E caro leito, se você sabe algum outro programa de recuperação de dados muito bom também, que não esta na lista, e quiser compartilhar seus conhecimentos com outros leitores, sinta-se a vontade para comentar e dar as dicas.

😉

Novo Ubuntu sem complicações

Experimentar um sistema operacional diferente é tradicionalmente uma tarefa chata, demorada e que exige conhecimentos técnicos razoáveis para não estragar as coisas no computador. Uma opção popular é utilizar distribuições LiveCD, mas mesmos essas possuem uma série de limitações – principalmente ligadas a desempenho – que não permitem ter uma noção precisa de seu uso no dia-a-dia.

Ubuntu 8.04 trouxe uma solução, semelhante às usadas pelo BeOS e Topologilinux, que instala o sistema em um único arquivo no mesmo disco rígido onde o Windows está instalado. Esse arquivo é utilizado como um disco rígido normal quando o sistema é iniciado, o que é feito pelo próprio menu de inicialização do Windows – o mesmo que aparece após um desligamento mal-sucedido do Windows – além disso, o sistema pode ser desinstalado pelo próprio Windows, procedimento muito mais fácil que quando se instala um sistema nos métodos tradicionais.

Instalação

O primeiro passo é copiar o Ubuntu e gravá-lo em CD, baixar aqui o arquivo ISO e quando terminado o download use seu gravador de CD para queimar um disco – é importante ressaltar que não é para se gravar o arquivo ISO e sim seu conteúdo. Uma alternativa é solicitar o envio grátis de um disco para sua casa, serviço disponível em http://shipit.ubuntu.com/.

Com o disco do Ubuntu em mãos basta inseri-lo no drive e aguardar aparecer a seguinte tela:

Caso ela não apareça basta executar o arquivo Wubi.exe gravado no disco.

Para começar a instalação clique em Install inside Windows. Na tela seguinte defina as opções disponíveis – local de instalação, idioma e tamanho da instalação – não se esqueça de definir um nome de usuário e senha (que deve ser digitada e confirmada). É importante ter ao menos 4GB de espaço livre em disco para a instalação. Clique em Install para começar a cópia de arquivos.

O Wubi começará então a cópia de arquivos, que pode demorar alguns minutos conforme a velocidade de seu computador. Terminada a cópia é necessário reiniciar o computador, feche todos os programas em execução e clique em OK e depois reinicie o computador.

Ao reiniciar o computador aparecerá uma nova opção, Ubuntu, no gerenciador de inicialização do Windows, selecione-a e aguarde o carregamento e o término da instalação.


Terminada a instalação surge o Ubuntu!


A versão nova traz algumas mudanças interessantes como tempo de inicialização mais curto, uma nova tela de carregamento e login, novos temas para a área de trabalho, um sistema de desenho de fontes melhorado e novas versões dos aplicativos instalados. Agora só por o Beryl Compuz Fusion, turbinar seu linux, e viva ao software livre!

Fontes: SuperDownloads, Ubuntu.org

Robo tenta matar suéco

A justiça da Suécia não está preucupada somente com os caras do PirateBay, mas está também com a revolução das maquinas que anda acontecendo por lá. Essa semana veio á tona o processo de um operário sueco contra uma pedreira do país, pois ele havia sido atacado por um robô.

O ocorrido aconteceu no meio do ano de 2007, na cidade de Balsta. Onde robôs controlam máquinas que cortam e transportam pedras. E já cansado do trabalho escravo quando um dos robôs apresentou problemas técnicos e passou a operar incorretamente, os gerentes da fábrica desligaram o robô chamaram um técnico ao local.

O técnico tentou identificar a falha religando o robô. Mas assim que ligado ele foi agarrado e atirado longe pelo robô que não gostou nada nada de ser desligado. O homem teve três costelas quebradas com o impacto do golpe do robô e, assustado, abandonou sua função.

O caso tornou-se público porque operário e pedreira entraram em acordo esta semana e a Justiça de Estocolmo divulgou o imbróglio. O trabalhador será indenizado em US$ 3 mil pelo acidente e a fábrica se comprometerá a melhorar a condições de uso de robôs, evitando que eles ataquem  mais humanos.

Tá ai, o inicio do que conhecemos no filme matrix? Já da pra vermos que nem todos os rôbos são legais e bonzinhos. Acho que ta na hora da empresa suéca contratar o Blade Runner. hehe 😉

font: INFO

O Flickr mais influênciado do Mundo

Muitos acharam que a tática virtual de Obama não fosse dar continuidade após a campanha eleitoral, ou que não se expandisse. Mas aconteceu muito pelo contrario.

obama

Agora até a Casa Banca possui sua própria conta no Flickr, e sempre bem atualizada. Varias fotos da rotina do escritório do presidente ficam disponiveis para que todos nós vemos, e para que usuários do Flickr também possam comentar.

Na conta presidencial, ou “Pro”, do serviço de armazenamento de fotos do Yahoo!, somente na última terça-feira (28/04/2009), quando foi inaugurado, foram feitos uploads de 292 imagens.

O presidente americano, possui uma equipe online, a qual é responsavel pela atualização das fotos no Flickr e que também cuida do seu canal no YouTube.

Desde que foi eleito, Barack Obama mantém a postura de se manter conectado a seus eleitores pela internet. Em março, por meio de chat com cidadãos dos Estados Unidos. Na ocasião, mais de 100 mil e-mails foram enviados à Casa Branca. Isso faz com que o eleitor se sinta mais proximo de seu presidente.

flickr

E o mesmo parece estar querendo acontecer aqui no Brasil. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai entrar para o mundo digital. Sua assessoria está criando um blog para disponibilizar informações com linguagem mais descontraída e informal. Confira a matéria.

A URL do álbum de fotos de Barack Obama e seus coligados é: http://www.flickr.com/photos/whitehouse/

Fonte: INFO