Activision pensa em lançar turnê e seriado de TV “Guitar Hero”

O videogame “Guitar Hero”, sucesso em todo o mundo, pode virar um reality show na TV e/ou uma turnê de concertos na vida real.

“Guitar Hero” pertence à Activision Blizzard, uma das maiores editoras de videogames. A empresa pretende converter alguns de seus games em filmes ou programas de TV.

Também está sendo discutida pela empresa a possibilidade de levar os games “World of Warcraft” e “Call of Duty” para o cinema, revelou uma pessoa informada sobre o assunto.

Em entrevista que concedeu antes de uma teleconferência na quinta-feira na qual apresentaria o relatório financeiro trimestral da empresa, o executivo-chefe da Activision Blizzard, Bobby Kotick, não quis comentar as especulações relacionadas a filmes. Mas, indagado sobre a franquia “Hero”, respondeu: “Ela poderia render um bom programa de TV ou turnê de concertos”.

“Hero” e “Duty” foram duas das cinco franquias campeãs de vendas nas plataformas de videogame na Europa e EUA no primeiro trimestre deste ano. O primeiro colocado entre os games para PC nos EUA, em termos de receita, foi “World of Warcraft: Wrath of the Lich King”.

Bobby Kotick disse que videogames, especialmente “Hero”, que agrada às famílias, estão “capturando tempo de lazer do público, afastando-o da televisão e do cinema”.

As evidências de que Kotick pode ter razão puderam ser vistas no relatório financeiro da empresa, divulgado na quinta-feira. A Activision Blizzard disse que sua receita no primeiro trimestre mais que triplicou, chegando a 981 milhões de dólares, e que sua receita líquida passou de 43 milhões, no primeiro trimestre do ano passado, para 189 milhões de dólares neste ano.

As comparações com o ano passado não constituem uma medida precisa do sucesso da companhia porque, um ano atrás, a Activision ainda não se fundira com a Vivendi Games e não tinha sido rebatizada de Activision Blizzard. O que reflete o momento atual da empresa com mais precisão é o fato de que ela superou suas expectativas no primeiro trimestre e elevou sua receita prevista para o ano inteiro em mais de 100 milhões de dólares, para 4,3 bilhões.

“Estamos crescendo e ganhando dinheiro. É mais do que algumas outras companhias podem dizer”, falou Kotick.

Este ano a Activision Blizzard vai lançar vários games “Guitar Hero” novos, incluindo “DJ Hero”, que usa disco controlador para criar música da Motown, hip-hop e dance, e “Band Hero”, voltado a jogadores mais jovens, com canções que fazem parte da lista dos Top 40. Também serão lançados “Guitar Hero: Van Halen” e “Guitar Hero: Smash Hits”.

Fonte

Games Adaptados para Cinema

Ta ai, um assunto delicado, que muitas vezes (mas muitas mesmo), adaptações de games que tentam fazer para o cinema acabam decepcionando muito os fãs e estragando o titulo do jogo com o filme. Mas tem as vezes que eles acertam e fazem algo valer a pena. Aqui vamos comentar sobre algumas adaptações que ficaram legais, e outras que (muitas vezes não intedemos o motivo) não dão certo.

Um filme adaptado muito legal que concerteza todo mundo ja assistiu é Super Mario Bros. Nesse filme se formos seguir ao pé da letra, não foi uma adaptação fiel ao game. Mas o filme ficou tão bom quanto o jogo. (claro que se formos pensar, o filme não seria realmente legal se fossem feitos por dois atores de encanadores gorduxos como os que apareciam no antigo desenho, pra quem não lembra aqui vai um link do video)

Realmente Super Mario Bros foi um filme que deu certo, mesmo sendo uma adaptação não tanto fiel ao game.

Mas não é sempre que isso da certo. Como aconteceu ao filme (que todos já assistiram concerteza), do Street Fighter. Eles simplismente cagaram na adaptação, no roteiro e em tudo. Foi todo mundo pro cinema esperando ver o Ken e o Ryu dando porrada em todo mundo, e o que agente encontra é um filme do Van Dame de roteiro fraco e (o pior de tudo) Raul Julia – o da familia Addams – fazendo o personagem M. Bison, e esquecento totalmente dos atores principais como Ryo, Ken, Shun Li, entre outros.

Agora um excelente filme, com roteiro e atores muito bom e fiel a história do jogo foi Mortal Kombat. Também aposto que todo mundo já assistiu. E por ser tão bom que quem o assistiu primeiro, acho que fez acreditar que street fighter também seria! Mas felizmente MK não teve o mesmo fim de Street Fighter, não esquecendo dos atores principais e investindo bem no roteiro e nos efeitos, como a inesquecivel cena do Sub-Zero congelando seu inimigo, e o Liu Kang lutando contra Shang Tshung

Tá certo, os filmes seguintes de Mortal Kombat já não ficaram tão bons quanto o primeiro. E o mais novo filme de Street Fighter, a lenda de Shun Li, também segue o mesmo destino do primeiro.

Não são muitos games que vão para o cinema e viram bons filmes. Até por fim por que Uwe Boll (um maldito diretor alemão f..d…p…) compra os direitos de muitos games para fazer filmes. E as adaptações dele, ele simplismente CAGA. Não é a toa que ele é conhecido como o Pior diretor de cinema. (pode procurar no google). Ele é o responsavel por cagar lançar varios filmes de games que muitos conhecemos. E jogos bons, como Alone in the Dark, Blood Rayne, Em Nome do Rei (Dungeon Siege), Far Cry, entre outros. O negocio é tão sério que até existe um site com um abaixo assinado para que ele pare de reproduzir filmes adaptado sobre video-games. Clique aqui para assinar.
E esperamos que diretores capacitados, e com verbas boas, podem adaptar games bons para o cinema. Mas tudo é uma questão de tempo, igual vemos as adaptações de quadrinhos para cinema que antigamente eram horriveis de dar medo, mas hoje já estão muito boas, tanto em efeitos quanto em roteiros, mas isso fica pra um outro post.

😉

Os 25 Games mais dificeis

Muitos jogadores dizem que os jogos antigos tinham masi desafio (dificuldade) dos que os atuais. Mas será mesmo? O desafio de cada jogo tem que fazer valer a pena, pois não compensa você ter um jogo pra la de dificil, que se mate para passar de fase, ou também um jogo baba, que você feche ele em menos de 4 horas. É claro que depende do nivel de desafio que cada um busca.

O site GameDaily fez uma lista com os jogos mais dificeis (ou desafiadores) e em algumas ocasiões eles listaram não somente um jogo, mas a sua serie completa. Vamos conferir abaixo os 25 jogos masi dificeis (ou não):

25. Ice Climber (NES)

25-ice-climber1

24. Viewtiful Joe (GameCube, PS2)

24-viewtiful-joe1

23. MDK 2

23-mdk-21

22. Zelda 2: The Adventure of Link (NES)

22-zelda-ii1

21. Série Metal Slug

21-metal-slug1

20. Tetris

20-tetris1

19. Gauntlet 1

19-gauntlet1

18. Portal

18-portal1

17. Série Bionic Commando

17-bionic-commando1

16. Série Guitar Hero (On Expert)

16-guitar-hero1

15. Shinobi (PS2)

15-shinobi1

14. F-Zero GX (GameCube)

14-f-zero-gx1

13. Mushihimesama Futari

13-mushihimesama-futari1

12. Doom (On Nightmare Difficulty)

12-doom1

11. Call of Duty 4 (MODO veterano) (Xbox 360, PS3, PC)

11-call-of-duty-41

10. Série Contra

10-contra1

09. Defender

9-defender1

08. Devil May Cry 3 (PS2)

8-devil-may-cry-31

07. Série God of War (PS2)

7-god-of-war1

06. Série R-Type

6-r-type1

05. Ikaruga (GameCube, Xbox Live Arcade)

5-ikaruga1

04. Mega Man 9 (Xbox Live Arcade, WiiWare, PlayStation Network)

4-mega-man-91

03. Série Battletoads

3-battletoads1

02. Série Gouls N’ Ghosts

2-ghosts-goblins-4021

01. Série Ninja Gaiden

1-ninja-gaiden1

E para você, qual seria a sua lista dos jogos mais difíceis de todos os tempos?

Visto no GameVicio

Super Nintendo

super-nintendo

Quem é o nerd (e nascido no maximo nos anos 90) , com certeza, se não teve, no minimo tinha um amigo que teve, e passa altas horas na frente da TV jogando o bom e velho Super Nintendo, conhecido também como SNES, Super NES e até Super Famicom (no Japão)…enfim, o console cinzinha de 16 bits da Nintendo.
O sucesso de sua venda foi superior a 50 milhões de unidades por todo o mundo. Muitos também o consideram o melhor console da história (eu sou um deles), pela quantidade e qualidade dos jogos desenvolvidos para ele. Sem contar as centenas de jogos lançados! Pois é, lembro que eu tinha cerca de 23 fitas do meu super, e tinha até Esqueceram de Mim, Bethovem, e mais outros ridiculos sei, esses foram os piores jogos que eu comprei. Mas o que eu podia fazer? Eu era só uma criança inocente com meus 11 ou 12 aninhos, mas me lembro muito bem que eu tinha clássicos inesqueciveis e incançaveis de jogar, como Donkey Kong Country 2, Mortal Kombat Ultimate, Top Gear, Super Mario AllStar, entre outros.
Uma coisa gostosa é poder matar a saudades hoje com as centenas de roms lançadas dos jogos do super nintendo para jogar no computadores com os emuladores!
Voltando a falar do nosso queridão SNES, outra coisa muito importante que eu simplismente até hoje acho supinpa (eita), e se não o melhor, posso dizer que é quase… é, realmente acho que é quase. Estou falando do controle, do joystick do snes. Poxa é simples e funcional! Nada tão exagerado como o joystick do N64 (caramba pra que três suporte pra segurar??? Quem tem três mãos???) e nem tão esdruxulo quanto o do Game Cube, que não só o controle mas o console completo era ridiculo, parecia um fogãozinho. e nem tão simples quanto o do nintendinho, aquele quadradinho, lembra? Em questão de controles eu acho que o do super nintendo só perde para o do Playstation 2 ou 3 e pro xbox 360 (por serem ergônomicos e mais compativeis com os jogos atuais), mas enfim da linha da Nintendo o do super nintendo é o melhor. Acho que talvez agora só perca pro controle do Nintendo Wii, mas em questão também, não tem comparação.